Marcela-LourenzettoDepois das dicas das edições anteriores, aposto que vocês estão melhores e bem mais dispostas para as atividades do dia-a-dia. E quanta atividade! Casa, trabalho, filhos, marido, namorado, amigos, família e até lazer. E tudo feito com aquele toque especial, o jeitinho feminino.

Luciana-Rezende-3Mulher... Sem querer entrar nesta antiga guerra dos sexos, me proponho a escrever sobre este tema sugerido pela querida amiga e colega de profissão Ana Nunes. Recebi esta missão como forma de matar as saudades de tantas pessoas bacanas que deixei neste paraíso.

ceciliaNascida em Mogi das Cruzes SP, Cecília até os 9 anos de idade falava somente em japonês, foi um sofrimento para se alfabetizar em português, mas ela conseguiu. Formada em Engenharia Civil, mas sem exercer a profissão, ela se mudou para Porto Seguro sem conhecer a cidade, adorou! Aqui lecionou e se tornou empresária.

bia.duarteSimone de Beauvoir, 1983

Quando falamos de sexo masculino e feminino, estamos falando dos aspectos físicos, ou seja, daquelas diferenças biológicas que estão nos nossos corpos: as mulheres têm vagina e os homens têm penis, as mulheres menstruam e a partir de certa idade os homens ejaculam, e a gravidez, só acontece no corpo da mulher.

Brincar faz parte do desenvolvimento da criança. Brincando a criança vai descobrindo o mundo, como ele funciona, como as pessoas se relacionam. Ao brincar a criança aprende, desenvolve a criatividade, sua imaginação, a socialização com outras crianças e com adultos, amplia a coordenação motora global.

As brincadeiras criam situações para a criança aprender a respeitar regras – condição necessária para fazer parte da sociedade. Além de ser um direito, brincar é uma forma da criança expressar seus sentimentos. Momentos de brincadeiras, de jogos, de aventuras e travessuras vividos na infância são guardados carinhosamente na lembrança e acompanham o adulto sempre.

JACK-CAJAIBA-MINISTERIO-PUBLICO-10-05-12Organizar um evento impecável e inesquecível não é tarefa das mais simples. Embora, muitos se considerem experts em organizar reuniões e festas, o planejamento de um evento vai além da simples lista de convidados e da solenidade em si. E mais: durante um evento podem ocorrer inúmeros imprevistos e num piscar de olhos o acontecimento mais esperado da sua vida se transformar em um enorme fiasco.


Para evitar aborrecimentos e promover um evento primoroso o ideal é entregar a tarefa a um profissional. Ou melhor, a dois profissionais: Jacqueline Maia e Jorge Cajaíba, proprietários da Maia Cajaíba Cerimoniais e Eventos. Com experiência comprovada, a dupla tem a fórmula certa para criar ocasiões memoráveis, sejam aniversários, casamentos, confraternizações, eventos corporativos ou oficiais.

Lore-CalimanLore CalimanA luz da tarde luminosa entra pelos vidros da cafeteria. Casa de bolos. O cheiro da massa de farinha de trigo e chocolate inunda os pulmões. Meia hora depois de meia hora de contemplação, a moça tira da mesa minha xícara suja de resto de cappuccino e meu pratinho com garfo e faca diplomaticamente dispostos em paralelo. Uma pena, pois as porcelanas e os metais eram fonte de inspiração.
Mas tudo bem. Porque a luz da tarde, o sol forte de início de dezembro, me preenche por dentro. Os poucos coqueiros que ainda existem no terreno da esquina. Uma cliente disse para um homem na mesa à minha frente que “eles” cortaram a maior parte daquelas plantas. “Tenho memória visual e antes havia muito mais sombra”, ela disse. Visual.

Praça-Shopping-1Prezados Clientes, Parceiros e Amigos.

Mais um ano se encerra.

E 2012 foi repleto de novidades no Porto Plaza Shopping.
Qualificamos nossa equipe, aumentamos nosso mix de produtos e melhoramos nossos serviços.
Investimos na divulgação da nossa empresa, inclusive com novas lojas e novos parceiros. Com tudo isso, buscamos trazer mais vantagens e benefícios para nossos clientes e consumidores.
2013 também será um ano de êxitos.

Alessandra-FreitasAlessandra Freitas Diretora-Administrativa do SPA Porto SeguroRevista Bacana - Como surgiu a ideia do Spa Porto Seguro?

Alessandra Freitas - Desde pequena, travo uma luta incessante em perder peso e com o passar do tempo a tendência foi só piorar. Cerca de 4 anos atrás decidi ir a um SPA para emagrecer e também me recuperar de um momento difícil que estava atravessando. Chegando lá me deparei com uma realidade muito interessante, que foi conviver com pessoas de diferentes localidades, porém com problemas parecidos que tinham no destino final o mesmo denominador comum, ou seja, o ganho de peso. Normalmente, a pessoa que decide ir a um SPA para um programa de emagrecimento possui uma carência muito grande em ser ouvida, de ser ela mesma. E ali, naquele ambiente, acaba encontrando o que não acha nem mesmo numa roda de amigas de infância que é, além do apoio ao seu momento, a certeza absoluta que seu ouvinte entende perfeitamente o que ela está sentindo e como isto reflete nela. Por sempre ter gostado de pessoas, encontrei no SPA desde a primeira experiência algo que me despertou a atenção. Algo que representaria não só uma empresa lucrativa, mas a realização de um sonho...

O título do texto que segue pode em um primeiro momento se parecer com uma mensagem de auto-ajuda, tipo de leitura que tem ganhado cada vez mais as prateleiras das já extintas livrarias. Contudo, o objetivo destas linhas escritas é levar você, leitor curioso, que agora começa a acompanhar o texto a compreender o valor deste título.

Os livros e produtos de auto-ajuda têm por característica principal propor um modelo para se atingir uma meta, no geral a felicidade e o sucesso. Dizer que caminho deve-se seguir é o fundamento da auto-ajuda. Já os objetivos desta mesma literatura é ser produto que gere lucros para a indústria por trás dela.

“Esse é um daqueles momentos – marco na vida da gente – que nunca devíamos esquecer, e que nos fazem ver como viver vale cada gota”. Ele, já na meia idade, dois filhos adolescentes, um casamento feliz e um emprego estável, lembrou daquele momento, numa manhã de primavera, em que caminhava por um vale numa pequena vila bucólica, próxima à casa de parentes. Havia ido ali para uma visita familiar, uma comemoração de aniversário, ou de casamento, nem lembrava mais. Mas o que não esquecia era aquela caminhada, aqueles pensamentos, aquelas sensações que o envolveram durante alguns poucos e preciosos minutos.

 Diandra-FernandesDiandra FernandesO Brasil já está no clima da Copa do Mundo de 2014. Os brasileiros entusiasmadíssimos com a ideia de ter seu país como centro do maior evento esportivo mundial e de maior repercussão midiática. Para se ter uma ideia da dimensão gigantesca, se veiculado em apenas um canal de TV tudo que foi exibido na Copa de 2006 nos canais de televisão de cada país, atravessaríamos oito anos assistindo programas não repetidos sobre as passagens do circo futebolístico em paragens germânicas.  

 Em todo o mundo estamos testemunhando um redespertar do feminino. Observadores radicais chamam metaforicamente o movimento de “Retorno das Deusas”. Essa efervescência interna das mulheres – e as reações que provocam nos homens – começa a afetar todos os aspectos de nossa vida e de nossas ideias.

Página 7 de 7

© 2017 Revista Bacana. Todos os direitos reservados. Designed By Top Level