Cabrália, charme e beleza na “Terra Mãe” do Brasil

Destaque por sua importância histórica como local onde Cabral aportou com sua esquadra, pisou em terra firme para descobrir seus encantos e realizou a 1ª. Missa, depois de mais de 500 anos ganhou grande reconhecimento internacional como casa da Seleção Alemã durante a Copa do Mundo Brasil 2014.

Com aproximadamente 28 mil habitantes, Santa Cruz Cabrália desponta no cenário turístico como um dos mais procurados para quem busca tranquilidade aliada à beleza e a uma excelente gastronomia.

Com suas praias de beleza única e preservada, localiza-se no Extremo Sul da Bahia, e é cortada em toda sua extensão pela BR 367. Distante apenas 22 km do Aeroporto Internacional de Por to Seguro, a porta de entrada é o bairro de Coroa Vermelha, local onde foi celebrada a 1ª Missa em 26 de Abril de 1500 por Frei Henrique Soares de Coimbra, e onde se encontra uma das maiores comunidades indígenas em área urbana do país.

Artesanato, tradição e cultura Pataxó, além das escolas de ensino fundamental e médio que somam ao currículo aulas de patxohã, a língua nativa dos Pataxós. Seguindo pela Orla Norte, locais como o Rio Mutary (local da 2ª. missa em 1º de maio) e a famosa Praia dos Lençóis que encantaram os portugueses quando de sua chegada em 22 de abril de 1500.






Gastronomia e hospedagem

Cabrália tem per to de 5 mil leitos para todos os gostos: de resorts, hotéis e pousadas, chegando a camping para os adeptos de um contato direto com a natureza além de muitas casas para veraneio.

A gastronomia é rica em sabores, onde se incluem os famosos pratos com frutos do mar, como a moqueca, o catado de siri e os pastéis de camarão, e também a cozinha de grandes chefs com culinária contemporânea mesclada a temperos regionais. Tudo isso, pode ser degustado à beira mar!!!




Santa Cruz Cabrália é história!

Museu vivo brasileiro com a história contada por seu povo que é mistura de etnias, costumes e tradições, a Cidade Histórica tem uma igreja centenária que leva o nome da padroeira da cidade, Nossa Senhora da Conceição, o arquivo público municipal, onde na época do descobrimento era a câmara e cadeia da antiga Vila de Santa Cruz e as ruínas de um antigo casarão, que segundo pesquisadores é do século XVIII.




Do outro lado do rio...



Atravessando o rio João de Tiba estão os povoados de Santo André, Santo Antônio e Guaiú onde se chega em pouco mais de 10 minutos em um belo trajeto de balsa. A natureza exuberante dos manguezais pode ser apreciada durante a travessia e no final da tarde a certeza de se ver um exuberante pôr do sol.

A Vila de Santo André foi escolhida pela seleção campeã do mundo como sua casa durante a Copa de 2014 e todos os olhos da mídia internacional ficaram voltados para o povoado. A Alemanha se encantou com a comunidade e seus costumes. Conviveu e aprendeu que o sossego e a paz que o local oferece, refletem no cotidiano de seus habitantes.

Com pouco mais de 800 moradores, “estrangeiros” de diversos pontos do país (mineiros, paulistas, baianos, cariocas, capixabas, gaúchos...) e do mundo (italianos, alemães, argentinos, americanos, franceses, suíços...) formam uma mistura harmoniosa que encanta os turistas que se hospedam nos mais sofisticados hotéis como o Campo Bahia e o Resort Costa Brasilis, nas charmosas pousadas, condomínios residenciais e casas alugadas ao longo do ano.

As praias estão entre as mais bonitas do país e a gastronomia também das mais variadas, viajando dos restaurantes com cozinha contemporânea à culinária caseira, o acarajé e os bolinhos de carne de sol.

Logo adiante, cerca de 8 km, está o bairro Santo Antônio, com praias semivirgens, um preservado rio e no alto de um morro uma enorme estátua do santo que dá nome à localidade com mais de 14m de altura. Em seguida, vem o Guaiú, com beleza singular, sofisticados condomínios, linda praia e o recente projeto de cultivo de ostras que está conquistando o mercado dos mais exigentes restaurantes.





Passeios fluviais, marítimos e ecoturismo

Algumas centenas de turistas diariamente embarcam em escunas e chalanas para passeios inesquecíveis. Por mar chegam até Coroa Alta, um grande recife com banco de areia, ou podem ficar algumas horas na Praia de Santo André, e ainda subir o rio até a Ilha do Sol, conhecida também como ilha dos doces.

Neste percurso conhecem o famoso banho de lama que, de acordo com os moradores, rejuvenesce! Um parque ecológico bem próximo ao centro da cidade em área totalmente preservada oferece um dia especial para os turistas com a prática de tirolesa no meio de árvores e o rio, passeios de caiaque e cavalo, e muitas outras atrações.





Agricultura


Com 50% de sua área territorial de 1.459.832km² agriculturável, cresce com os assentamentos, como o de Embaúba, o mais produtivo da Bahia, com o plantio de mais de 2 milhões de pés de café, 300 mil pés de pimenta do reino e grandes produções de maracujá, melancia e mamão.

Segundo levantamento recente do Gamba (Grupo Ambientalista da Bahia) é a cidade com a maior extensão de Mata Atlântica no Sul da Bahia.

A projeção da cidade nos últimos anos trouxe a chegada de parceiros como a empresa espanhola Iberdrola que através do Instituto Iberdrola Brasil criou a iluminação monumental para o marco da Primeira Missa em Coroa Vermelha (26 de abril inauguração); a maior ação de saúde e cidadania gratuita do país através do projeto Voluntários do Ser tão (16 a 24 de abril) trazendo mais de 300 profissionais oferecendo consultas médicas, odontológicas, oftalmológicas, exames de diversos tipos, orientação sobre aposentadorias além de várias palestras educacionais; e ser uma das pouco mais de 300 cidades brasileiras a receber a Tocha Olímpica (19 de maio).

Cabrália uma cidade que preserva seu passado e está de olho no futuro.


 

 

© 2017 Revista Bacana. Todos os direitos reservados. Designed By Top Level