Editorial Edição 16

Claro  que vou falar de mães, noivas... Mas quero focar no AMOR MATERNAL. Aquele que algumas pessoas possuem dentro do coração mesmo sem serem mães, aquele amor que percebemos no cuidado, nas atitudes, nos olhares, nas presenças... Um amor sim incondicional que,  faz pequeno ficar grande, riacho virar rio, gata virar leoa.

Esse AMOR é para algumas pessoas de boa fé que, insistem em acreditar que vale a pena ser do bem e, mesmo que o mal surja o bem prevalece.
Esse amor maternal me encanta porque ele surpreende da maneira mais doce e firme e muda o rumo da prosa, transforma e com certeza é muito bom de ver e vivenciar.

Eu quero parabenizar a todos vocês que possuem esse amor, cultivem da forma mas bela, porque é ele que irá salvar o mundo. Esse amor SALVA E CURA! VAMOS VIVER ESSE AMOR!!

Agradeço ao Sr. Leonardo (meu pai), que no plano espiritual me protege e me dá força, D. Lucia (minha mãe), que fez de mim e das minha irmãs Olga, Márcia e Christiane, guerreiras íntegras e vencedoras. A todos presentes ou não nesse sonho, a paciência dos meus amigos com a correria do meu dia-a-dia.
GRATIDÃO HOJE E SEMPRE A TODOS VOCÊS, AMIGOS, ANUNCIANTES E LEITORES!! OBRIGADA POR FAZER PARTE DA FAMÍLIA BACANA!
BACANA É SER FELIZ!!!

 

Ana Nunes
Diretora

© 2017 Revista Bacana. Todos os direitos reservados. Designed By Top Level