Trancoso é homenageada com livro e exposição de arte

Quem nunca ouviu falar deste vilarejo encantador ao sul da cidade de Porto Seguro, que há muitos anos ficou conhecida como um vilarejo hippie, e hoje é um dos destinos mais badalados do Brasil. Procurada por turistas de diversas partes do mundo que buscam explorar as pequenas praias do litoral baiano, o litoral de Trancoso é repleto de falésias, praias de areia branca com águas cristalinas, rios e mangues.

Naturalmente escolhida como destino de luxo, a cidade é dona de um colorido e fotogênico Quadrado: seu lindo centro histórico, com um jeitão de vila simples de pescadores.

Trancoso possui uma vasta rede de hotéis e pousadas muito bem equipadas e confortáveis, além de um clima ameno, tropical e estável o ano todo; sem esquecer, é claro, do tempero e da simpatia do povo baiano que sempre recebe com um sorriso o turista que chega por lá.

É neste cenário inspirador que o premiado fotógrafo Marcelo Aniello, realiza entre os dias 02 a 10 de Janeiro de 2017, a exposição e lançamento do livro Cores de Trancoso - uma exposição fotográfica inédita que mescla imagens do retrato alegre deste vilarejo, com arte, música, gastronomia e interatividade. Pelas praias, casas e vielas, Marcelo Aniello fez uma verdadeira imersão dentro do vilarejo, “trancoseando” por todos os cantos com sua máquina na mão, para registrar toda a alegria e as cores de Trancoso.

O resultado deste lindo trabalho de pesquisa, arte e dedicação é a publicação deste livro histórico, contado através de imagens marcantes que traduzem o verdadeiro espírito de Trancoso, para que o leitor conheça a fundo a cidade, seus cantos e encantos. A EXPOSIÇÃO Trancoso terá o privilégio de receber durante o verão, muita arte e cultura, traduzidas em imagens expostas sob uma nova perspectiva visual, numa verdadeira galeria a céu aberto.

O evento terá um formato alternativo, apresentando as obras em espaços de forma original e orgânica com o local. Uma exposição única, caracterizada pelo uso e aplicação diferenciada das formas e dos materiais, painéis, quadros e intervenções artísticas, através de uma parceria coletiva com pintores e artistas plásticos locais, que também terão suas obras expostas na galeria.

O livro conta com o apoio do Grupo E|Trancoso e será lançado primeiramente na Livraria Nobel no Shopping Mandacarú, em uma noite de autógrafos com o fotógrafo, dia 28/12/2016 às 19hs. O ARTISTA Com mais de 30 anos de carreira, Marcelo Aniello é talvez o mais icônico fotógrafo de arquitetura do Brasil. Suas fotos já foram publicadas internacionalmente em revistas como as renomadas Architectural Digest, Metropolitan Home, Architectural Record, Modern Luxury Magazine, Vogue Maison e outras mais.

Grandes marcas e referências únicas no ramo de arquitetura, como os arquitetos Oscar Niemeyer e Paulo Mendes da Rocha, escolheram Marcelo Aniello para memorizar suas obras.

Com uma lista de prêmios que incluem o Foto Cine Clube Bandeirante, Lisboa Ideia e o prêmio do IAB (Instituto de Arquitetos do Brasil), e exposições em diversas edições da Bienal de São Paulo, no Art Basel, em Miami e outras exposições pelo Brasil e mundo, Marcelo mostra agora todo o seu talento nesse lindo evento, com o tem “Um olhar artístico e fotográfico da cidade.” “Posso dizer que essa exposição é fruto de um grande caso de amor com esse vilarejo tão admirado por mim e por todos que aqui passam.

De todos os locais que já fotografei a fora, não conheço lugar que represente e enalteça tanto a nossa brasilidade e diversidade colorida - seja ela natural, social ou cultural - quanto Trancoso”, diz Marcelo, que vem há anos fotografando essa região. “Em um país de mistura étnica e cultural tão acentuada, toda a produção artística está sempre composta por influências advindas das mais distintas fontes.

Esse pedacinho mágico da Bahia abriga um mosaico de manifestações coloridas das mais diversas formas. Difícil, porém, é descrever tal fenômeno. Mas as cores, talvez, sejam as melhores ajudantes nesse processo. As cores na fotografia são como chamarizes que seduzem os olhos, como a beleza dos versos na poesia”, conclui Aniello.

© 2017 Revista Bacana. Todos os direitos reservados. Designed By Top Level