CÍCERO SENA ASSUME A PRESIDÊNCIA DA ALB: Academia de Letras do Brasil seccional de Porto Seguro 

O evento aconteceu no Centro de Cultura de Porto Seguro no dia 23 de fevereiro, com o objetivo de compor os quadros da Academia.

A ALB Região Sul e Extremo Sul da Bahia tem como finalidade congregar os escritores, pesquisadores, estudantes de língua portuguesa e leitores, residentes na cidade ou não, tendo como foco um diálogo com a sociedade e através deste difundir a literatura e a cultura brasileira.

Valorizar e dar apoio e visibilidade à cultura popular e seus Mestres. Dar o devido reconhecimento àqueles que se destacam nas Artes, Literatura, Cultura, Sociedade e Direitos Humanos.

Objetivo

Munir a sociedade brasileira e comunidade internacional de intelectuais que sejam porta-vozes e transmissores de um conhecimento pleno e fonte inesgotável do saber, a todas as esferas e camadas sociais, promovendo a paz, desenvolvimento social e pessoal dos cidadãos, por meio de uma corrente contínua na busca pelo conhecimento, tendo a verdade como guia para a libertação da escravização e dominação nos campos da mente e da vida das pessoas alcançadas por nossa filosofia de trabalho. Atuar por meio de projetos sócioeducacionais- artísticos-culturais espalhados por todo Brasil e pelo mundo.

Foi feito um processo seletivo, tendo como foco, recrutar personalidades de todo Estado da Bahia e demais Estados do Nordeste, bem como dos demais estados brasileiros e países Parceiros (Escritores, Artistas, Músicos, Educadores, Empresários, Acadêmicos, Mestres, Cientistas, Doutores, Pós Doutores) e autoridades (Juízes, Promotores de Justiça, Defensores Públicos, Políticos, Militares, Presidentes de Instituições governamentais e não governamentais, Pastores e Padres).

Foram empossados os presidentes das seccionais nos municípios: 

Porto Seguro - Cícero Gonçalves Sena Neto;

Eunápolis/Itabela/Itamaraju - Igor Assunção;

Prado - Wander Noronha;

Cabrália - Bruna Eugênia;

Belmonte - Herculano Assis;

Camacã - Gleudes Malaquias;

Embaixadores da ALB/Bahia – Região Sul e Extremo Sul

Lindalva Silva Quintino Belo Horizonte – MG

Luigi Rotunno Porto Seguro – BA

Varenka de Fátima Salvador – BA

Brenio Pires - Prado – BA

Eliana Barreto - Porto Seguro BA.

Membros Fundadores Vitalícios, Imortais: 

Alda Andreia - Porto Seguro – BA

Allysson Matos - Eunápolis – BA

Aroldo Reis - Porto Seguro – BA

Arnaldo Leles Ferreira – Andaraí – BA

George M C Setúbal - Porto Seguro – BA

Gilberto Junior Silva Lima Eunápolis – BA

Isabel Belasco - Porto Seguro – BA

João Batista - Porto Seguro – BA

Marcelo de Oliveira Souza Salvador – BA

Márcia Coqueiro Gama Prado – BA

Marluce Santdan – Porto Seguro – BA

Marivaldo Encarnação Hora - Salvador – BA

Rodrigo Pereira - Porto Seguro – BA

Romeu Fontana - Porto Seguro - BA 

Quem nunca ouviu falar deste vilarejo encantador ao sul da cidade de Porto Seguro, que há muitos anos ficou conhecida como um vilarejo hippie, e hoje é um dos destinos mais badalados do Brasil. Procurada por turistas de diversas partes do mundo que buscam explorar as pequenas praias do litoral baiano, o litoral de Trancoso é repleto de falésias, praias de areia branca com águas cristalinas, rios e mangues.

Foram cinco dias de ações culturais em diferentes locais de Trancoso, realizados nos dias 3, 5, 6, 7 e 8 de Setembro. As apresentações aconteceram em diferentes locais, no Quadrado Histórico, na feira livre, no Café Cultura, no Gravatá e na própria sede da Associação Despertar. Os alunos da Associação apresen­taram seus trabalhos por meio da literatura, canto, pinturas em telas, confecção de pufs com garrafas Pets e diferentes danças.

Sol Faria (escritora, diretora, artista plástica e professora) natural de Belo Horizonte, escolheu Arraial d’Ajuda para morar, e com sua Escola de Artes São Francisco, vem trazendo há mais de 20 anos propósitos de educação ambiental e outras, por meio da arte, em Arraial d’Ajuda e regiões.

::cck::13::/cck::
::introtext::

Parabenizamos o Curso de Formação para Educadores de Dança, promovido pelas professoras Estela Serrano, Rita Lagrota e Fátima Suarez, no Centro de Cultura de Porto Seguro.

::/introtext::
::fulltext::

Um verdadeiro movimento de construção voltado para valorização da cultura local e a apropriação da arte como meio de educação, do qual foram oferecidas e preenchidas 30 vagas.  Houve a realização de aulas técnicas e expositivas, exibição de filmes, discussão de textos e apresentação didática.

 

Dança

::/fulltext::

Página 1 de 2

© 2017 Revista Bacana. Todos os direitos reservados. Designed By Top Level